A greve geral contra as reformas de Temer

228
1332
GREVE GERAL - SÃO PAULOZona sul de São Paulo: Manifestantes bloqueiam a avenida das Nações Unidas, durante protesto contra as reformas do governo – (Foto: Luiz Cláudio Barbosa/Código 19/Estadão Conteúdo)

O Brasil é palco, nesta sexta-feira (28/04), de uma  greve geral em protesto contra as reformas trabalhista e da Previdência, propostas pelo governo de Michel Temer.

São Paulo amanheceu sem transporte público nesta sexta. Ônibus, metrô e trem deixaram de funcionar às 0h de hoje — mas, no início da manhã, algumas linhas voltaram a operar parcialmente.

Professores da rede pública estadual, municipal e particular também estão em greve bem como bancários e outras categorias.

Para quem tem compromissos nesta sexta, aplicativos estão oferecendo descontos nas corridas. Para quem tem carro, o rodízio está suspenso e a zona azul liberada.

Veja o que está parado durante a greve. Há também uma série de manifestações agendadas ao longo do dia na maior parte das capitais. Veja as últimas notícias sobre a greve geral de hoje.

As últimas notícias sobre a paralisação

15h27 – Sindicato diz que greve no Rio fecha 300 agências bancárias

Balanço divulgado pelo Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro informa que cerca de 300 agências do universo de 800 da capital fluminense permanecem fechadas em bairros do centro e das zonas norte e oeste da cidade, em adesão à greve contra as reformas trabalhista e da Previdência.

15h06 – São Paulo: Temer deve fazer pronunciamento sobre a greve

O presidente Michel Temer (PMDB) deve fazer um pronunciamento ainda hoje sobre a greve geral.

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, “a avaliação dos membros da equipe do presidente é que muitas pessoas foram obrigadas a paralisar suas atividades por medo de violência ou pela falta de transporte coletivo”.

Ainda segundo o jornal, a equipe de Temer avalia que o fim do imposto sindical é o pretexto maior da greve, marcada para protestar contra a reforma da previdência.

15h01 – Rio de Janeiro: Manifestantes brigam no aeroporto Santos Dumont

A Polícia Federal teve que separar brigas entre manifestantes da greve geral no aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

Veja o registro do momento.

14h47 – São Paulo: Doria chama grevistas de “vagabundos”

São Paulo – O prefeito de São Paulo, João Doria, voltou a criticar nesta sexta-feira (28) os participantes da chamada Greve Geral. Em entrevista à Jovem Pan, o tucano negou que manifestantes tenham conseguido bloquear sua saída de casa pela manhã. E sobrou uma provocação para os grevistas:

“Eu acordo cedo e trabalho. Eu não sou grevista que dorme, é preguiçoso e acorda tarde. Eu não sou Jaiminho, não”, disse o prefeito, antes de chamá-los de “vagabundos” e dizer que “trabalha muito”. Veja íntegra.

14h37 – SP: Motorista atropela manifestantes em São José dos Campos

Segundo informações do portal G1, um motorista furou um bloqueio na marginal da Dutra, em São José dos Campos, e acabou atropelando um grupo de manifestantes. Duas pessoas ficaram feridas.

14h16 – Brasília: Índios voltam ao Congresso para protestar na greve geral 

ÍNDIOS - GREVE GERAL
Indígenas:  Protestam no Congresso Nacional durante a greve geral, contra reformas propostas pelo gverno Temer – (Foto: Ueslei MArcelino/Reuters)

14h04 – Povo é capaz de resistir a mais um golpe, diz Dilma sobre greve

Ex-presidente comentou as greves em diversas cidades do país pelo Twitter. “A #GreveGeralNoBrasil mostra que o povo brasileiro é valente e é capaz de resistir a mais um golpe”, disse. Dilma Rousseff  @dilmabr

FONTE: EXAME – ADAPTAÇÕES DE GAZETA ONLINEG

 

Facebook Comments
COMPARTILHAR
Artigo anteriorGreve geral: A tentativa de parar o Brasil pela 1ª vez em 20 anos
Próximo artigoDeputado Rigo Teles parabeniza trabalhadores pela passagem do 1º de maio
Alex de Brito Limeira é jornalista e escritor. Esteve sete vezes entre os melhores novos escritores do país em concursos literários promovidos por casas editoriais de São Paulo e Rio de Janeiro. Escreve poesias e ficção. Em Abril de 2011 lançou o romance O Crime da Santa. Foi repórter no jornal Folha do Maranhão do Sul, em Carolina – MA; Instrutor autônomo de redação discursiva e dissertativa. Em Fortaleza dos Nogueiras é pioneiro na comunicação social - jornalismo, ao fundar, editar e apresentar o Jornal da Cidade, na rádio Cidade FM de 2003 a meados de 2004. Em seguida fundou a Gazeta Sul Maranhense (Fortaleza dos Nogueiras e região) e o site Gazeta OnlineG, ambos em ampla expansão.