Cristiane Brasil diz sofrer “campanha difamatória” e garante ter ficha limpa

0
44

Deputada foi indicada para o cargo de ministra do Trabalho por Temer há cerca de um mês; porém, sua posse foi suspensa por decisões judiciais

A deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) – que vem sendo alvo de diversas notícias escandalosas desde que foi escolhida e nomeada pelo presidente da República, Michel Temer, como futura ministra do Trabalho – afirmou que está sofrendo “uma campanha difamatória” contra a sua posse.

“Venho sofrendo uma campanha difamatória que busca impedir minha posse no Ministério do Trabalho”, disse ela. “Seguirei não poupando esforços para provar que não cometi nenhuma ilicitude”, defendeu Cristiane Brasil .

A declaração da filha de Roberto Jefferson (presidente nacional do PTB) foi feita por meio de uma nota divulgada nesta segunda-feira (5).

Cristiane foi indicada para o cargo de ministra do Trabalho pelo presidente Michel Temer há cerca de um mês. Porém, a sua posse foi suspensa por decisão judicial. Atualmente, o caso aguarda uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

No texto, a deputada pede à presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, que acelere o julgamento de sua questão, decidindo se afinal ela poderá assumir ou não o Ministério do Trabalho.

“Peço, respeitosamente, à ministra Cármen Lúcia que julgue o mais rápido possível essa questão, baseada na existência de duas ações trabalhistas que tive no passado. Não devo mais nada à Justiça Trabalhista. Estou sendo julgada política e não juridicamente”, disse a deputada, que completa: “Tenho a ficha limpa”.

“Preciso que o STF decida essa questão, para que eu possa seguir minha vida, seja como ministra ou deputada federal”, conclui.

Veja a íntegra da nota:

“Venho sofrendo uma campanha difamatória que busca impedir minha posse no Ministério do Trabalho. Peço, respeitosamente, à ministra Cármen Lúcia que julgue o mais rápido possível essa questão, baseada na existência de duas ações trabalhistas que tive no passado. Não devo mais nada à Justiça Trabalhista. Estou sendo julgada política e não juridicamente. Tenho a ficha limpa. Mas, infelizmente, o meu julgamento superou essa esfera. Preciso que o STF decida essa questão, para que eu possa seguir minha vida, seja como ministra ou deputada federal. Seguirei não poupando esforços para provar que não cometi nenhuma ilicitude.”

Imagem cada vez mais prejudicada

Neste fim de semana, a imagem de Cristiane – que já não era das melhores – ficou ainda mais manchada. Isso porque, neste domingo (4), o programa  Fantástico  da  TV Globo  reproduziu uma gravação em que ela foi flagrada ameaçando servidores públicos para conseguir votos na sua campanha à Câmara dos Deputados, em 2014.

No sábado, o jornal  O Estado de S. Paulo  disse que a deputada é investigada em um inquérito sobre sua suposta associação para o tráfico de drogas.

A última tentativa de Cristiane Brasil em se defender foi responsável por mais uma mancha no seu histórico. O episódio foi marcado por um vídeo, em que a deputada federal aparece cercada por homens sem camisa, em um barco, defendendo a sua indicação ao Ministério do Trabalho sob um som de música eletrônica. As imagens renderam um puxão de orelha do pai da deputada em sua filha.

 

 

 

 

Fonte: Último Segundo – iG – Com adaptações de Gazeta OnlineG

Facebook Comments