Em sessão da CVFN, parlamentares dão apoio à manifestação que pediu justiça no caso Hélio e Jeferson

0
380

Manifestante David enquanto discursa: Presidente Antônio Félix atento Às suas palavras, aldeado pelo vereador Renato Arruda (à direita) e Vereadora Maria José.

Na segunda-feira (02) o manifesto pedindo justiça no caso Hélio e Jeferson culminou na sessão da CVFN (Câmara de Vereadores de Fortaleza dos Nogueiras). Jovens com faixas e cartazes adentraram o prédio da Casa, fizeram uso da palavra relatando o caso e exigindo o empenho de todos para que a justiça seja feita.

Os manifestantes posicionaram-se na Casa e assistiram a sessão, que seria uma reunião de praxe com debates corriqueiros dos trabalhos da câmara. Mas em respeito ao clamor da multidão, o presidente Antônio Félix (PSL), sabiamente, suspendeu os debates e, pediu que as falas dos vereadores fossem voltadas em prol dos manifestantes. Assim, todos falaram apoiando os jovens.

O presidente Antônio Félix ponderou ao dizer que “não podemos jogar pedra na juventude, mas também não podemos jogar pedra na justiça”. E opinou: “Eu acho que está faltando um grande consenso da juventude. (…) A juventude está procurando só se divertir, procurando só o que não traz o bem para ela. (…). Vamos ceder um pouco de cada um; a polícia errou cem por cento, mas se aquele jovem estivesse na sala de aula naquele momento, tivesse esperado a diretora da escola ter tocado a campa para eles saírem, não tivesse pulado o muro, talvez isso não teria acontecido”.

Facebook Comments
COMPARTILHAR
Artigo anteriorVereadores checam reformas de escolas
Próximo artigoHildo Rocha aponta avanços da reforma política
Alex de Brito Limeira é jornalista e escritor. Esteve sete vezes entre os melhores novos escritores do país em concursos literários promovidos por casas editoriais de São Paulo e Rio de Janeiro. Escreve poesias e ficção. Em Abril de 2011 lançou o romance O Crime da Santa. Foi repórter no jornal Folha do Maranhão do Sul, em Carolina – MA; Instrutor autônomo de redação discursiva e dissertativa. Em Fortaleza dos Nogueiras é pioneiro na comunicação social - jornalismo, ao fundar, editar e apresentar o Jornal da Cidade, na rádio Cidade FM de 2003 a meados de 2004. Em seguida fundou a Gazeta Sul Maranhense (Fortaleza dos Nogueiras e região) e o site Gazeta OnlineG, ambos em ampla expansão.