Incêndio destrói marcenaria Teixeira

285
2682

MARCENARIA

CHAMAS: FOGO DESTROEM TUDO

Não sobrou praticamente nada, exceto algumas ferramentas de menor valor. Todo o estoque de madeira, trabalhos prontos e ferramentas valiosas o fogo destruiu tudo.

O incêndio começou à tardinha e partiu de um terreno baldio próximo à marcenaria. Não se sabe a causa ou quem teria ateado fogo no terreno, que acabou atingindo a marcenaria destruindo-a por inteiro.

Eliomar Teixeira, proprietário da marcenaria não tem suspeitas de quem tenha sido, mas disse, que “o fogo teve uma origem, não saiu assim, do nada. Alguém tocou fogo no terreno próximo e não se tocou que poderia dar um estrago desse”.

DESTROÇOS

DESTROÇOS: O RETRATO DA TRAGÉDIA

Um amigo e funcionário seu disse que está pronto para “ajudar, de graça, porque sei do esforço dele, do quanto ele é trabalhador e tem me ajudado”.

A polícia militar esteve hoje pela manhã no local da tragédia.

MURO DE ONDE SURGIU O INCÊNDIOMURO: DE ONDE, PROVAVELMENTE SURGIU O FOGO

NR.: É preciso que seja apurado e os responsáveis sejam punidos criminalmente por tamanha destruição e prejuízo enorme, cujo valor é incalculável.

Facebook Comments
COMPARTILHAR
Artigo anteriorINÉDITO: Candidato a prefeito em Fortaleza dos Nogueiras registra em cartório seu plano de governo
Próximo artigoJustiça eleitoral dá palestra e treina mesários e presidentes de sessões para as eleições deste ano em FN
Alex de Brito Limeira é jornalista e escritor. Esteve sete vezes entre os melhores novos escritores do país em concursos literários promovidos por casas editoriais de São Paulo e Rio de Janeiro. Escreve poesias e ficção. Em Abril de 2011 lançou o romance O Crime da Santa. Foi repórter no jornal Folha do Maranhão do Sul, em Carolina – MA; Instrutor autônomo de redação discursiva e dissertativa. Em Fortaleza dos Nogueiras é pioneiro na comunicação social - jornalismo, ao fundar, editar e apresentar o Jornal da Cidade, na rádio Cidade FM de 2003 a meados de 2004. Em seguida fundou a Gazeta Sul Maranhense (Fortaleza dos Nogueiras e região) e o site Gazeta OnlineG, ambos em ampla expansão.