Metrô usa assento com pênis para conscientizar sobre assédio sexual

197
1711

ASSENTO COM PÊNIS 1

O metrô da Cidade do México criou um “assento de pênis” para conscientizar homens sobre assédio sexual a mulheres nos vagões. Além do membro, o lugar conta também com um tem peitoral, curvas e um umbigo.

A campanha contra assédio tem como intuito ilustrar que todas as pessoas têm o direito de viajarem em segurança no transporte público, sem que ninguém interfira nisso com comentários sexuais ou tentativas de assédio físico.

Um vídeo da campanha mostra homens desatentos sentando no assento especialmente reservado para eles. Eles só se levantam ao perceberem algo diferente, assustados e imediatamente desconfortáveis.

No chão, em frente ao “assento de pênis”, uma mensagem: “É desconfortável sentar aqui, mas não se compara com a violência sexual que mulheres sofrem todos os dias de suas vidas”.

As imagens terminam revelando uma estatística impressionante: 9 em cada 10 mulheres na Cidade do México são vítimas de alguma forma de assédio sexual.

Essa não é a primeira vez que o metrô da Cidade do México lança uma campanha com o mesmo objetivo. Recentemente uma ação contra assédio nas estações filmava, em tempo real, partes íntimas dos corpos masculinos e mandavam para o televisor instalado na plataforma. As imagens eram constrangedoras e alertavam aos homens o quanto também é constrangedor ficar olhando para os corpos das mulheres.

 

 

 

 

 

 

FONTE: UOL COM ADAPTAÇÕES GAZETA ONLINEG

Facebook Comments
COMPARTILHAR
Artigo anteriorRealizado em Balsas primeiro encontro do MP contra corrupção
Próximo artigoVereadores voltam à baila a respeito de concurso público
Alex de Brito Limeira é jornalista e escritor. Esteve sete vezes entre os melhores novos escritores do país em concursos literários promovidos por casas editoriais de São Paulo e Rio de Janeiro. Escreve poesias e ficção. Em Abril de 2011 lançou o romance O Crime da Santa. Foi repórter no jornal Folha do Maranhão do Sul, em Carolina – MA; Instrutor autônomo de redação discursiva e dissertativa. Em Fortaleza dos Nogueiras é pioneiro na comunicação social - jornalismo, ao fundar, editar e apresentar o Jornal da Cidade, na rádio Cidade FM de 2003 a meados de 2004. Em seguida fundou a Gazeta Sul Maranhense (Fortaleza dos Nogueiras e região) e o site Gazeta OnlineG, ambos em ampla expansão.