Requerimento de vereador Renato Arruda é barrado por visto e percebe-se divisão entre parlamentares – os prós e contra

14
2596

Em discurso categórico Vereador Edimar Dias elogia governo municipal

Mesa: Parlamentares atentos à leitura dos requerimentos

A câmara de vereadores de Fortaleza dos Nogueiras é mesmo bem assim: de um lado críticos ferrenhos desempenham o papel de apontar os erros, segundo eles. Do outro, os que conseguem ver o lado bom; “muito bom”, conforme externam nas entrelinhas de seu discurso, também vêm no diálogo a melhor solução para aquilo que eles entendem que precisa melhorar.

Percebeu-se, porém, na segunda-feira (28), que há entre os parlamentares uma divisão. A típica divisão prós e contra. E tal divisão ficou explícita quando do ápice da sessão – momento em que foi posto em votação o requerimento do vereador Renato Arruda (PRP), que pedia cópia do contrato de publicidade que a prefeitura mantém e com quem: nome da empresa e valor do certame.

Requerimento quase posto em votação, não fosse o pedido de visto do vereador João Fernando – Túlio (PTB) e aprovado pelo voto do presidente Antônio Félix (PSL), após empate entre os parlamentares.

O vídeo mostra o momento em que os vereadores discutem a disponibilização do contrato no portal da transparência da prefeitura.

Logo, a discussão era a dúvida quanto ao contrato estar ou não no portal. Mas logo depois à aprovação do visto, foi checado e constatado pela Casa que já estava disponível no portal da transparência.

A Casa recebeu também o pessoal que trabalha na Saúde, dentre eles técnicos em enfermagem, que reivindicavam junto aos parlamentares a implantação do Plano de Cargos, Carreira e Salários.

A vereadora Maria José manifestou seu apoio aos funcionários, bem como voltou à baila a respeito da prestação dos serviços de saúde ao dizer, que “o quadro de funcionários está impecável, verdadeiramente de alta qualidade para nosso município”. “Temos médicos bons, enfermeiros, odontos, fisioterapeutas bons; nossos técnicos, que sempre estiveram conosco; enfim; nós temos nossa saúde, perfeita em termos do quadro. Que pena que está faltando uma verdadeira administração dentro do hospital”.

Público: Atenção fitada às discussões

O vereador Gesmar Nogueira (PSDB) disse que a proposta do Plano de Cargos, Carreira e Salários será fruto de muito diálogo entre a Casa, Executivo e os funcionários. “Tenho certeza que neste diálogo, vamos achar uma maneira salutar para ambas as partes, tanto para o executivo, quanto para vocês também”. O Parlamentar disse ainda que é necessário que a equipe econômica informe onde tem orçamento legal para arcar com tal despesa. “Não é só chegar aqui e dizer que não tem condições, tem de dizer os motivos. Assim como nós também não podemos forçar a implantação, sem a equipe econômica dele dizer onde tem orçamento legal para resolver o problema de vocês. Mas eu prometo que vamos trabalhar no diálogo para resolver isso”. Ele também teve seu requerimento aprovado por unanimidade, que exige do vereador uso de terno ou blazer nas sessões ordinárias e extraordinárias

Todavia, foi informado pelos próprios funcionários que o prefeito garantiu de implantar o Plano no mês de novembro, próximo.

Em sua fala, como já é de praxe, Joilma Santos (PSDC) foi objetiva e rápida: parabenizou o prefeito pelas obras. “A cidade está de cara nova. Parabéns, prefeito, continue trabalhando em prol do povo de Fortaleza dos Nogueiras”.

O vereador Carlos Zoel (PP) dentre outros, questionou o relatório que o executivo mandou para a Casa descriminando suas ações até então. “Aqui [no relatório] tem várias estradas, mas na hora de botar os ônibus para carregar os alunos não tem estrada. Então como é que tem estrada e não carrega todos os alunos? ”.

Mas o vereador Túlio, ao se colocar também ao lado dos funcionários no que concerne ao Plano, enumerou as ações que o prefeito tem feito até então, em detrimento do que disse o vereador Carlos Zoel. “Você só falou das estradas. Porque você não falou do hospital que ele entregou em cem dias? Porque não falou da Avenida, que está feita? Porque não falou da ambulância? ”. E continuou: “O seu papel é cobrar, fiscalizar. Mas não vamos só cobrar e não expor o que o prefeito já fez em nossa cidade. Não temos todas as estradas prontas, porque não tem recurso [ainda] para fazer essas estradas vicinais”.

O vereador Renato Arruda além de criticar a estradas e a saúde, reclamou que a localidade Novo Acordo “está há sete meses sem água”. E clamou: “Vamos trabalhar a bem do povo, não defender coisa errada”.

E se a palavra é defesa, o ápice dos debates e discussões foi mesmo o discurso do vereador Edimar Dias (PHS), que enfatizou veementemente que a forma eficaz para resolver as coisas é mesmo a boa conversa. “Nós temos um prefeito acessível ao diálogo. E isso é um ponto positivo numa administração”, analisou. E em alto e bom som, externou: “Eu nunca estive tão confiante e com tanta fé, que em Fortaleza dos Nogueiras há de se realizar muitas coisas para o bem dela, como estou agora”.

Edimar Dias – Enfático: “O povo está vendo, Fortaleza dos Nogueiras está dando os primeiros passos. (…) O que não foi feito será feito. (…) E vejo hoje alguém com disponibilidade: o gestor, para que isso aconteça”

Assim, não poupou elogio, e categoricamente enunciou: “O povo está vendo, Fortaleza dos Nogueiras está dando os primeiros passos. É como alguém que nasceu esses dias”. (…) “Eu prego o bom desenvolvimento e acredito que o melhor está por vir, pois se viesse sendo feito, como já era para ter sido feito há muito tempo, Fortaleza estaria diferente. Mas o que não foi feito vai ser feito. Não estou aqui penalizando quem não fez, não. Estou dizendo que o que não foi feito será feito. Fortaleza dos Nogueiras merece o melhor; o povo é amigo, é pacato; uma cidade tranquila, que merece o bem. E vejo hoje alguém com disponibilidade: o gestor, para que isso aconteça”.

E em meio ao rol de discussões, falas e enunciados, foi aprovado o parecer para criação do conselho de segurança pública.

Facebook Comments
COMPARTILHAR
Artigo anteriorHildo Rocha critica derrubada de veto ao artigo que obrigaria o governo a fazer auditorias das dívidas públicas
Próximo artigoAções de Hildo Rocha geram benefícios para São João do Paraíso e Buritirana
Alex de Brito Limeira é jornalista e escritor. Esteve sete vezes entre os melhores novos escritores do país em concursos literários promovidos por casas editoriais de São Paulo e Rio de Janeiro. Escreve poesias e ficção. Em Abril de 2011 lançou o romance O Crime da Santa. Foi repórter no jornal Folha do Maranhão do Sul, em Carolina – MA; Instrutor autônomo de redação discursiva e dissertativa. Em Fortaleza dos Nogueiras é pioneiro na comunicação social - jornalismo, ao fundar, editar e apresentar o Jornal da Cidade, na rádio Cidade FM de 2003 a meados de 2004. Em seguida fundou a Gazeta Sul Maranhense (Fortaleza dos Nogueiras e região) e o site Gazeta OnlineG, ambos em ampla expansão.