“Se tivesse um infarto, seria fatal”, diz Pedro Bial após cirurgia cardíaca

327
5475

PEDRO BIALBIAL: TRÊS PONTES DE SAFENA

Pedro Bial surpreendeu a todos ao se submeter a cirurgia cardíaca para colocação de três pontes de safena no último mês de setembro.

O apresentador detalhou pela primeira vez sobre o procedimento e explicou o que provocou a necessidade da operação em entrevista ao colunista Jorge Bastos Moreno, do jornal “O Globo”.

“Foi um susto porque eu não tinha sintoma algum de cardiopatia. Então, na segunda-feira após a Olimpíada, fiz uma tomografia para ver se tinha uma pneumonia. O pulmão estava ótimo, mas tinha algo suspeito ali nas coronárias”, relatou Bial no programa “Preto no Branco”, exibido no domingo (30), às 21h30, no Canal Brasil.

O jornalista destacou que foi necessária uma ação rápida para evitar danos iminentes. “Já saí com uma angiotomografia mostrando que a coisa estava muito séria. Eram entupimentos e calcificações. Se por acaso tivesse tido um infarto, ele seria fatal”, concluiu.

Pedro Bial falou também sobre o desafio de assumir o horário de Jô Soares na TV com um talk show diário. O apresentador não espera “revolucionar” logo em sua estreia e pretende criar a própria identidade da atração aos poucos.

“Vai ser sempre um cara atrás da mesa, umas pessoas falando, mas eu estou com um grupo de criação e trabalhando bastante para pensar numa maneira de fazer isso. Às vezes eu tenho um lampejo de senso de humor, mas eu não sou comediante, sou jornalista. Então, eu acho que esse perfil jornalístico da busca de relevância é o caminho que eu tenho que trilhar. O humor virá naturalmente”, avaliou.

FONTE: TV FAMA - COM ADAPTAÇÕES DO GAZETA ONLINEG.
Facebook Comments
COMPARTILHAR
Artigo anteriorSecretaria de agricultura disponibiliza trator para pequenos agricultores
Próximo artigoEmpresário Gilmar Nogueira promove festa de aniversário de sua Ana Clara
Alex de Brito Limeira é jornalista e escritor. Esteve sete vezes entre os melhores novos escritores do país em concursos literários promovidos por casas editoriais de São Paulo e Rio de Janeiro. Escreve poesias e ficção. Em Abril de 2011 lançou o romance O Crime da Santa. Foi repórter no jornal Folha do Maranhão do Sul, em Carolina – MA; Instrutor autônomo de redação discursiva e dissertativa. Em Fortaleza dos Nogueiras é pioneiro na comunicação social - jornalismo, ao fundar, editar e apresentar o Jornal da Cidade, na rádio Cidade FM de 2003 a meados de 2004. Em seguida fundou a Gazeta Sul Maranhense (Fortaleza dos Nogueiras e região) e o site Gazeta OnlineG, ambos em ampla expansão.