Tomam posse prefeito Aleandro Passarinho e vice Júnior da Socorro

281
1719
ALEANDROPrefeito Aleandro Passarinho: devidamente empossado

O evento ocorreu na Bambu Music na noite de ontem (01). O presidente da Câmara de vereadores para o biênio 2017-2018, Antônio Félix Costa Barros (PSL) deu posse ao prefeito Aleandro Gonçalves Passarinho e ao vice Deurival Coelho da Fonseca Júnior (Júnior da Socorro).

ALEANDRO-JÚNIOR

Prefeito e vice: Aleandro e Júnior evidenciam em suas falas que
estão unissonante compromissados com Fortaleza dos Nogueiras  

Após o momento religioso com Pastor Francisco e Irmã Claudete e em seguida aos juramentos, e à fala dos vereadores, o prefeito Eliomar Nogueira passou a faixa para Aleandro e disse que fez tal ato com “a mesma alegria com que a recebeu quatro anos atrás. Porque nós contribuímos efetivamente para a eleição do Aleandro Passarinho”. “Quero agradecer o nosso grupo político, 22, que soube de uma forma inteligente compreender a nossa adesão à candidatura dele”. E completou: “Eu saio do governo com alegria, porque eu fiz aquilo que foi possível fazer”. Em sua fala, Nogueira pediu um minuto de silêncio em homenagem póstuma à Catarina Magalhães, falecida na manhã do primeiro dia de 2017.

O vice-prefeito, Júnior da Socorro emocionou-se, ao agradecer à família e às pessoas que defenderam seu nome na campanha. “Eu dizia: não tenho ambição de ser o prefeito, mas tenho a ambição de ver minha cidade melhorar e, para ela melhorar o primeiro critério é termos alguém capacitado e, entre as opções que tinha, você Aleandro era essa pessoa; continuo acreditando. E tenho certeza que nós, juntamente com o legislativo e nosso secretariado, vamos fazer um trabalho digno, democrático, legítimo, ideal, assim como fala nosso juramento”.

NOGUEIRA E ALEANDRO - CUMPRIMENTO

Nogueira e Aleandro: Ex-prefeito cumprimenta prefeito eleito e
devidamente empossado após passar-lhe a faixa

Grupos de jovens e o pessoal da terceira idade apresentaram placas expressando o que querem e desejam da nova administração.

Em seguida os pais de Aleandro lhe entregaram de uma forma simbólica a chave da prefeitura municipal.

Mas o momento ímpar, foi sem dúvida, quando as crianças, em forma de trovas expressaram seus desejos e esperança na administração de Aleandro, que em sua fala ratificou, após, elevar o nome de Deus, como já é de praxe em seus discursos, disse que após confirmada sua vitória não parou e, bateu na porta de autoridades políticas pedindo benefícios para Fortaleza. E ratificou que já foi confirmado um trator para auxiliar o produtor rural, um tanque para resfriamento de leite e uma ambulância.

MESA

Mesa: Prefeito e vereadores

Disse também que irá reformar a ambulância pequena e entregar na região do Crueira para atender toda a região, incluindo gameleira, Taboca e etc. E a ambulância que está com o motor batido, ele afirmou que irá transformá-la numa espécie de samu municipal, o que arrancou aplausos entusiasmados do povo. E ao ratificar o que disse na campanha sobre transformar as enfermarias do hospital em apartamentos, os aplausos foram uníssonos. “Não pensem, porque eu estou com essa faixa aqui eu irei voltar atrás numa palavra que eu disse na campanha, pois quando eu falei não foi querendo enganar para conquistar o voto de vocês não”.

Ela falou ainda que o hospital já recebeu R$ 68 mil de medicamentos, elogiou o aparelho de raio X, disse que já contratou uma empresa para recuperá-lo e já foi providenciado três agentes radiológicos.

Ao apresentar seu secretariado, de um a um, ele deu recomendações, sobretudo quanto ao tratamento para com as pessoas, que deve ser igual para todos, sem acepção. “Não olhem lado político, não venham me dizer: aquele fulano de tal não voltou, esculhambava. Deixa ele esculhambar, deixa ele falar, não interessa. Ele é um cidadão, tem família, é eleitor de nossa cidade, ele precisa também do benefício”. Nesse momento mais e mais aplausos.

PÚBLICO

Público: Aplausos uníssonos para a fala do prefeito Aleandro

E sobre emprego falou em concurso público. “Eu irei fazer um levantamento em todos os órgãos municipais para saber a necessidade que tem de funcionários e colocar todos os concursados. Vou fazer, sabe porquê? Para não prometerem aos eleitores; votem em mim que eu te dou um emprego. Isso não vai mais existir aqui na campanha que vem”. E ratificou: “Os poucos empregos que vai ter será através de um seletivo, em abril”. E pediu: “Deixem para quem precisa. Se você já tem um emprego não me peça, deixe para aquele que não tem nada”.

Passarinho ao falar sobre responsabilidade no trabalho pediu a cobrança de resultados, enfatizando que o que não quiser de fato trabalhar é preciso demitir e pôr quem realmente queira, pedindo aos vereadores que não se intervenham, pois ele não protegerá o que é errado. “Vamos tentar moralizar esse município”, disse.

Será diminuído também o número de coordenadores nas escolas. Esse trabalho deverá ser feito pelo diretor adjunto. “Vamos eliminar quase 60% dos coordenadores do município. Vamos fazer com que o diretor adjunto cumpra o papel da coordenadora. Não é preciso encher o órgão de funcionários por causa de política não, pois se fizer isso vai faltar dinheiro para saúde, para merenda, estradas. Enfim, vai faltar dinheiro para investimento”.

Ele ainda pediu à secretaria de educação que reúna os pais e os alunos e oriente estes a cuidarem de sua carteira, assinando um termo de responsabilidade, assim como foi feito com o pessoal da limpeza pública, pois se quebrarem a vassoura, por exemplo, com poucos dias de uso, é preciso que o funcionário compre outra com seu dinheiro. “Pois vocês me elegeram para fazer a coisa certa. Foi ou não foi? ”, perguntou Passarinho ao povo. Todos responderam afirmativamente. “E eles, vão atrás de vocês vereadores para falarem comigo”, disse referindo-se a intercessão que muitos pedem a vereadores. “Mas eu peço: não me procurem por coisas erradas. Vamos moralizar essa cidade de uma vez por todas”, completou.

Secretários

Danilo Macêdo – Procurador do município;

Franciscléa Ferreira  da  Silva – Controladora Geral do Município;

Maria José Martins dos Santos – Educação;

Elcilene Dantas – Desenvolvimento e Ação Social;

Celso Horário – Saúde;

Antenor Coelho – Agricultura;

Riba – Infraestrutura;

Marcelino – Chefe de gabinete;

Joilene Assunção – Eventos;

Arnaldo Filho – Projetos;

Ângela Maria – Administração e Finanças.

Facebook Comments
COMPARTILHAR
Artigo anteriorUma gestão com a ousadia inovadora de Aleandro Passarinho
Próximo artigoPrefeito Aleandro Passarinho, vice Júnior da Socorro e vereadores no evento mais esperado do ano
Alex de Brito Limeira é jornalista e escritor. Esteve sete vezes entre os melhores novos escritores do país em concursos literários promovidos por casas editoriais de São Paulo e Rio de Janeiro. Escreve poesias e ficção. Em Abril de 2011 lançou o romance O Crime da Santa. Foi repórter no jornal Folha do Maranhão do Sul, em Carolina – MA; Instrutor autônomo de redação discursiva e dissertativa. Em Fortaleza dos Nogueiras é pioneiro na comunicação social - jornalismo, ao fundar, editar e apresentar o Jornal da Cidade, na rádio Cidade FM de 2003 a meados de 2004. Em seguida fundou a Gazeta Sul Maranhense (Fortaleza dos Nogueiras e região) e o site Gazeta OnlineG, ambos em ampla expansão.