Vereadores de FN aprovam requerimentos exigindo a presença de gestores na CV

234
2156

Na ocasião vereador Renato Arruda disse que poderá 
criar CPI sobre o caso do Programa Bolsa Família

ANTÔNIO FÉLIX-RENATOA ZELADORA NA VERDADE TEM MAGISTÉRIO: DIZ ANTÔNIO FÉLIX A RENATO 

Os requerimentos aprovados por unanimidade na sessão de ontem (21), de autoria dos vereadores Renato Arruda (PRP), Antenor Coelho (PDT) e Edimar Dias (PHS) convocam a secretária de educação Francisca Celene de Sousa Ribeiro Barros e Laiane Costa, gestora do Programa Bolsa Família (PBF) no município para prestarem esclarecimentos acerca de suas ações à frente de tais pastas.

O vereador Renato Arruda disse que irá ao extremo, ao afirmar que se possível, criará uma CPI para apurar indícios de que num áudio veiculando via aplicativo de troca de mensagens WhatsApp Laiane teria afirmado que coloca e retira quem bem entender do Programa. “Eu achei um cúmulo um áudio que está aí da gestora do Bolsa Família, dizendo que ela é quem bota e quem tira. Se ela não vier aqui, vou criar uma CPI, pois eu acho um desacato cortar os pobres e botar os ricos para tirar o dinheiro. Continuam os ricos tirando o dinheiro, isso é uma vergonha”, disse o vereador.

MESA-PLATÉIAPLATÉIA: ASSISTIU E APLAUDIU VEEMENTEMENTE O VEREADOR ANTÔNIO FÉLIX

Ele também afirmou que o requerimento que pede a presença da secretária de educação parte da alegação de que uma zeladora estaria ministrando aula numa localidade ao invés de uma professora. “Mandaram uma zeladora dar aula lá no Pinica-pau [localidade distante a alguns quilômetros da sede do município]. Uma pessoa que não serve nem para ser zeladora, serve para ser professora? ”.

Mas o vereador Antônio Félix (PSL) saiu em defesa da secretária de educação ao afirmar que a “zeladora” a qual o vereador Renato se referiu possui “magistério”. “Foi posta para lá, mas realmente a comunidade não aceitou por questões políticas. As pessoas antes de falar têm que procurar conhecer a fundo o assunto”, disse sob intensos aplausos do público que assistia fitado a sessão.

E Félix questionou: “Os três vereadores autores do requerimento, têm conhecimento do valor que entrou ontem no Fundeb?”. O silêncio se instalou. O vereador pediu verbalmente a feitura de um requerimento solicitando a presença de funcionários que estavam recebendo sem trabalhar. “Nós vamos saber quais eram os funcionários que estavam lá só recebendo sem prestar serviço. Vamos fazer com que devolva esse recurso, que é do povo”.

MESAMESA: PRESIDENTE FAZ RELATO ACERCA DA SESSÃO LADEADO PELOS VEREADORES EDIMAR DIAS (À DIREITA) E BRANCA

Sobre o requerimento acerca do PBF Félix disse que em “maio ou junho estourou a bomba do Bolsa Família, por que só agora estão requerendo? Poderia ter requerido imediatamente, mas estão requerendo depois do resultado das eleições”.

Também foi falado acerca da necessidade de um seletivo para a contratação de pessoal para a gestão vindoura. Algo que foi discutido a partir de um requerimento do vereador Renato Arruda (PRP), aprovado na sessão anterior. Mas é algo já previsto na lei número 8.745 de 9 de dezembro de 1993.

Houve ainda a aprovação de um requerimento de autoria da vereadora Maria de Fátima de Sousa Fernandes – Branca (PSC), solicitando cópia de todas as leis criadas na gestão de 2013 a 2016. O requerimento baseia-se na justificativa de que é de “responsabilidade do poder executivo sancionar as leis e mandar as cópias ao Legislativo”.

O vereador Presidente da Casa Gesmar Nogueira fez suas considerações acerca dos assuntos tratados na sessão e, ao se reportar sobre a questão da água em Fortaleza dos Nogueiras, algo discutido na sessão, disse que é um problema de “gestão”. Fortaleza dos Nogueiras tem 15 a 20 poços artesianos”.

Para o vereador uma alternativa viável é fazer valer a implantação do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) para assumir os poços viabilizando assim a adequada distribuição.

O vereador Gesmar Nogueira também falou sobre o emprenho do prefeito eleito Aleandro Passarinho em trabalhar por Fortaleza, quando de sua visita aos órgãos públicos de São Luís. Ele presenciou Passarinho fazendo inúmeras solicitações de benefícios para o município. “O novo gestor está com muito boa intenção de trabalhar. Estive com ele quatro dias em São Luís. Ele realmente confirmou o que disse em palanque, que iria ser um prefeito pidão. E é pidão até mais do que eu pensava [disse com humor]. Em São Luís estivemos em todas as secretarias do Estado e, ele pedindo benefícios para o município. Então eu estou notando a boa vontade dele de cumprir o que disse em palanque”. E dentre os pedidos, Gesmar destacou que Aleandro pediu o estádio de futebol, rodoviária, uma reforma imediata do nosso matadouro público, melhoramento da delegacia, viatura nova, etc.

Facebook Comments
COMPARTILHAR
Artigo anteriorFortaleza dos Nogueiras embaixo de chuva
Próximo artigoSe Toque Menina – Primeiro encontro de mulheres sobre conscientização para proteção do câncer de mama
Alex de Brito Limeira é jornalista e escritor. Esteve sete vezes entre os melhores novos escritores do país em concursos literários promovidos por casas editoriais de São Paulo e Rio de Janeiro. Escreve poesias e ficção. Em Abril de 2011 lançou o romance O Crime da Santa. Foi repórter no jornal Folha do Maranhão do Sul, em Carolina – MA; Instrutor autônomo de redação discursiva e dissertativa. Em Fortaleza dos Nogueiras é pioneiro na comunicação social - jornalismo, ao fundar, editar e apresentar o Jornal da Cidade, na rádio Cidade FM de 2003 a meados de 2004. Em seguida fundou a Gazeta Sul Maranhense (Fortaleza dos Nogueiras e região) e o site Gazeta OnlineG, ambos em ampla expansão.